Baixar Livro Grátis - Electra ( Sófocles )




Sófocles ou Eurípides? Melhor seria afirmar: Sófocles e Eurípides. Electra em dobro. O leitor terá oportunidade de cotejar, neste volume, dois monumentos da tragédia grega, nos quais o tema do matricídio recebe tratamento diverso: clássico em Sófocles, moderno em Eurípides. O empenho obsessivo no plano de punir Clitemnestra é responsável pela tensão que perpassa a tragédia sofocliana do começo ao fim: mais do que na ação dramática propriamente dita de Electra, fixamo-nos na coerência dilacerante com que ela reage aos acontecimentos que se lhe apresentam. Não à toa Virginia Woolf considerou a filha de Agamêmnon um símbolo da máxima fidelidade. Nem a penúria, nem a humilhação extrema fragilizam a têmpera sublime da heroína. Eurípides retoma o tópico da vingança de um ângulo em que seu pendor experimental transparece com toda força expressiva: introduz elementos cômicos, um relato alusivo a Homero, digressões éticas e um coro que prenuncia o labor verbal do helenismo tardio. O efeito patético parece nortear cadauma de suas cenas. Apenas 16 anos separam Sófocles (496-406 a.C.) de Eurípides (480-406 a.C.), algo surpreendente quando nos damos conta das diferenças existentes entre os dramas homônimos. Por outro lado, a persistência da atitude insub­missa e da ação corrosiva do ato injusto na alma hiper-sensível de uma jovem solitária são marcas profundas que latejam igualmente nas duas obras-primas, que a Ateliê Editorial apresenta aos leitores em apurada tradução poética da lavra de Trajano Vieira.

Um comentário:

  1. DESGRAÇADO, LADRÃO, ROUBOU MEU SITE ACHA QUE VAI FICAR POR ISSO MESMO????????????? ACHA QUE VAI ROUBAR ??????????? EU VOU RECUPERAR E VOU AVISAR TODOS OS DO MEU SITE QUE VOCÊ É UM LADRÃO QUE NUNCA ACESSEM SEU SITE SEU MISERÁVEL

    ResponderExcluir