Download Grátis - A Bíblia do Ateu (Alfredo Bernacchi)




Descrição:

Durante toda a vida do ser humano, o desconhecimento, a ignorância sobre os fatos da Natureza complexa e maravilhosa, gerou deuses, para explicar os fenômenos como o Sol, a chuva, o trovão, a concepção, o ódio, o amor...

Conforme a ciência humana foi progredindo, descobrindo e resolvendo esses enigmas, os deuses foram caindo por terra, e ascendeu a inteligência e a capacidade do homem de criar e se assenhorear do seu próprio destino.

Falta muito ainda, porque nossa capacidade é limitada, porque somos criaturas insignificantes do Universo, para pretender saber tudo sobre ele. O Universo não foi feito para nós nem nós fomos feitos para o Universo. Somos apenas produtos do acaso, mortais e temporários. Não estivemos aqui ontem e não estaremos amanhã, mas o Universo continuará, finito ou infinito, ninguém sabe.

Os deuses de hoje ainda se sustentam no mistério do surgimento do Homem e do Universo. Temos teorias para um e nem teorias sequer para esse outro. Não sabemos... Essa é a verdade. Não temos a obrigação de saber, mas também não temos o direito de inventar. Também não temos o direito de complicar ainda mais, criando um super ser na imaginação, para responder uma pergunta e criar outra questão ainda pior. Quem criou esse ser? Pelo menos o Universo, estamos vendo. Não é produto da nossa imaginação. Mas Deus? Onde está, senão dentro da fantasia de cada um, que de tão “íntimos” dele, só faltam jogar xadrez com o Criador.

Precisamos dos pés no chão, para viver bem. Viver melhor essa chance que a Natureza nos deu de estarmos aqui por algum tempo. Precisamos conhecer nossos direitos e o nosso verdadeiro destino, para sabermos quem somos, para onde vamos e o que fazemos aqui!

Esse livro é o complemento de outros dois anteriores, mas fala por si só. Vai ratificar a posição do ateu na sociedade. Vai dar ao ateu uma diretriz sólida para ele firmar-se nos seus conceitos, ajudar os que ainda têm dúvidas, e quem sabe, levar alguma luz aos cegos de raciocínio que sofrem lavagem cerebral diariamente, pela indústria milionária da religião.

Eu escrevi esse livro para ajudar a todos, dessa forma. A entender a vida. A acreditar em si próprio. A aprender a viver longe de dogmas e mentiras hipnóticas, que os arrastam para a dependência psicológica e os fazem alimentar essa indústria de ilusão. Não precisamos viver iludidos nem consolados por fantasias. Afinal somos o que somos. Fazemos parte do Universo. Temos a nossa participação nele e precisamos aprender a viver nele. Só isso! Sem misticismos e crenças enfadonhas, produto da ignorância. Estamos na era da comunicação!... Vamos aprender e ensinar.

0 comentários: